Paixão da Alma: Suicídio de Cativos em Cuiabá (1854 – 1888)

 

 

A obra constitui uma pequena amostra da situação de suicídio dos cativos africanos trazidos em navios negreiros ao Novo Mundo, e que dessa forma desafiavam e colocavam em xeque todo o sistema escravista e o conjunto de valores morais e religiosos do mundo ocidental cristão. Embora o cerne da análise seja a Cuiabá da segunda metade do século XIX, pequena cidade do oeste brasileiro, “Paixão da alma” busca dar conta da “morte voluntária” em variadas dimensões, destacadamente na religião, moral, historiografia e valores africanos.

Bruno Pinheiro Rodrigues é doutor em História pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com doutoramento sanduíche na Universidade de Lisboa. Atualmente, é docente da UFMT, campus de Rondonópolis, e responsável pela cátedra de História da América II. Desde 2008 tem se dedicado à investigação do sistema escravista no Brasil nos períodos colonial e imperial, analisando insurreições urbanas, rotas de comércio escravista até a fronteira oeste da América portuguesa, suicídio de escravos, contatos interétnicos entre negros fugidos e indígenas e formação de quilombos, nos territórios luso--brasileiro e espanhol. Em 2017, coordenou dois projetos na UFPA, a saber: “Floresta Enegrecida”, cujo objetivo era investigar a formação de quilombos na Amazônia oriental e a vida da população cativa na região bragantina, fronteira entre o Pará e o Maranhão; e a revista “Africanize-se”, produção coletiva voltada à divulgação da literatura e história da África na educação básica.

Autor

Bruno Pinheiro Rodrigues

Ficha técnica:

Dimensões: 13,8 x 20,8

Páginas: 136

Acabamento: Brochura

Peso: 0.200 kg

Ano de publicação: 2018

ISBN: 978-85-8009-216-5

Preço: 30,00 R$

Leia:

Pixé Logo.png

© 2020 Editora TantaTinta Ltda.

 Rua Nossa Senhora de Santana, 139 – sala 3 – Edifício Acará
Centro Sul – Cuiabá – Mato Grosso. CEP.: 78020-122
contato@tantatinta.com.br – 
Telefones: (65) 3023-5714 / 5715

Carlini&Caniato Editorial

  • whatsapp-Cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza

Desenvolvido por © Victor Hugo Machado dos Anjos